Grãomelete com fusilli de trigo sarraceno

Comida rápida, simples, saborosa e saudável nem sempre é fácil de conseguir, mas este jantar que vos trago consegue cumprir os requisitos. O segredo das grãomeletes está no tempero. Água e farinha de grão-de-bico e tempero a gosto. As que vos trago ficaram muito apetitosas. Talvez porque virei o sal fino com a mão esquerda e falhou-me a colher medidora ?, ou então é porque acertei em cheio com as proporções dos condimentos. Vou acreditar nesta última hipótese ?.

Não medi nada desta vez. Não estava a pensar em publicar estar refeição, que ia ser e foi rapidinha, mas como ficou mesmo saborosa, cá estou eu, sem grande precisão a partilhar o que por aqui fiz. Usei água com farinha, certo? Se não têm muito jeito para fazer as coisas a olho, tenham como referência 100 g de farinha para 200 g de água. E aumentem na proporção do número de pessoas que irão jantar. Desta vez quis uma mistura mais fluída. De maneira que quando coloquei uma colher de sopa do preparado na frigideira esta espalhou-se rapidamente. Resultou em grãomeletes pequenas e baixinhas. Isto obriga-nos a comer várias, que chatice! Temperei com o tal sal fino que me fugiu da colher, talvez 1/2 colher de chá, 4 colheres de sopa de azeite de baixa acidez, 1 colher de chá de alho em pó, 1/2 colher de chá de curcuma, 1/2 colher de chá de pimentão doce, e 1/2 colher de chá de gengibre em pó. Ficou ótimo.

Mexi bem (eu uso um batedor de arames) para homogeneizar e depois coloquei colheres de sopa do preparado numa frigideira anti-aderente já quente. Quando a massa fez bolhinhas virei e deixei dourar mais um minuto. Repeti até acabar a massa. Enquanto isso cozi massa fusilli de trigo sarraceno. Como a massa é um alimento muito apreciado pelas crianças, em geral, é fácil oferecer-lhes outros cereais nesse formato. Nesta refeição comeram trigo sarraceno e nem deram conta ?. Não podemos estar sempre a comer trigo. Ora bem, podemos, mas não é nutricionalmente interessante. Já temos trigo na massa, no pão, nas bolachas, nos bolos… É no variar que está o ganho. ? Cortei tomatinhos em cubos. Juntei à massa, escorrida e passada por água fria para parar a cozedura e reguei com um fio de azeite. Tostei sementes de abóbora, polvilhei e servi.

sementes de abóbora tostadas para polvilhar
sementes de abóbora tostadas para polvilhar

Ficou um prato bonito, simples, saboroso e (mais importante) saudável.

Outros artigos

0 0 votos
Avaliação
Subscrever
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários