Quinoa

Adoro quinoa! Mas nem sempre foi assim. Quando experimentei achei o sabor estranho. Mas, com pesquisa e algumas experiências, o seu sabor foi-se entranhando e ficando. Agora sou fã.
Há uma grande variedade de sementes de quinoa, mas as mais conhecidas a nível global são a quinoa branca, vermelha e preta. Eu prefiro a branca. O sabor é mais suave na quinoa mais clara.
Embora a quinoa seja consumida como um cereal, é, na verdade, categorizada como pseudocereal, uma vez que, além das diferenças do ponto de vista nutricional, não se desenvolve nas mesmas condições que os restantes grãos de cereais.
Tem vindo a ganhar lugar na mesa de muitos nós, principalmente pelo seu valor nutricional, quando comparado com outros cereais como o trigo, o arroz ou o milho.
Além do seu elevado teor em vitaminas e minerais, é um cereal que possui proteínas completas, isto é, com todos os aminoácidos essenciais, ao contrário dos restantes cereais, que possuem algum aminoácido em falta ou em quantidades muito reduzidas em relação às necessidades nutricionais.
Em particular, a quinoa é uma fonte importante de proteínas de elevado valor biológico, hidratos de carbono complexos, fibra, vitaminas do complexo B e minerais como ferro, zinco e magnésio, assim como substâncias bioativas, nomeadamente compostos fenólicos e antioxidantes. A somar a esta lista, é uma alternativa alimentar sem glúten e de fácil digestão, sendo particularmente interessante para quem sofre de doença celíaca ou intolerância a esta proteína. Por esta razão, cá por casa é uma alternativa de eleição.
A demolha da quinoa é um primeiro passo natural na sua confeção, mas não obrigatório. À semelhança de outros alimentos, a demolha favorece a digestibilidade, potencia a absorção dos seus nutrientes e vitaminas, minimiza a ação dos anti nutrientes (como o ácido fítico ou alguns compostos tóxicos naturais, como as saponinas) e diminui o tempo de cozedura.

img 20240522 141409

Desejei quinoa por uns dias e quando, finalmente, a pus de molho, trocaram-me as voltas e já não consegui jantar o que tinha imaginado. Por isso a quinoa ficou de molho quase 6h antes de a escorrer, lavar e guardar no frigorífico para a cozinhar no dia seguinte. A humidade em que se manteve, apesar de escorrida, fez com que iniciasse o seu processo de germinação. Ficou linda! Conseguem ver na foto? Uns fios brancos, fininhos, que saem da sementinha? É tão bonito ver a vida acontecer, assim, num silêncio tímido. Quando o alimento germina está a iniciar-se a formação da planta com o brotar da semente. O seu consumo nesta fase fornece nutrientes importantes para o organismo, como vitaminas, fibras, proteínas e minerais. A germinação aumenta a atividade enzimática das sementes, proteínas facilitadoras da digestão e aumenta a absorção de nutrientes no intestino. Este é apenas um dos benefícios do consumo de germinados.
Quando a fui cozinhar ela estava assim, linda. De qualquer modo, preferi manter o plano e cozinhar a quinoa.
É muito fácil de cozinhar. Pensem em arroz e façam igual. A diferença é que a quinoa rende imenso. Absorve os líquidos e cresce muito mais do que o arroz. Uma chávena de arroz deve, talvez, servir 4 pessoas. Uma chávena de quinoa deve servir quase o dobro. Se gostam de arroz simples, só cozido, podem experimentar com quinoa. Se gostam de arroz frito, também podem saltear as sementinhas de quinoa em azeite e alho antes de juntar água. Não é nada complicado. Só precisa de demolha, à semelhança de outros alimentos integrais, como o arroz integral ou as leguminosas. Mais, pensem em arroz-doce e troquem pela quinoa. Pensem em papas de aveia e troquem pela quinoa. É um alimento muito versátil e muito interessante, porque se pode comer doce ou salgado.
Hoje trouxe-vos quinoa com cenoura. Servi com lentilhas cozidas, salteado de alho francês e repolho, húmus e chucrute de couve roxa.
Espero que gostem.

Quinoa com cenoura

Receita por Gabriela Sotto MayorTipo de refeição: acompanhamentoCozinha: Vegan, sem glútenDificuldade: Fácil
Porções

6 a 8

Doses
Tempo de Preparação

3

minutos
Tempo de Cozedura

15

minutos
Tempo de Repouso

2

horas
Tempo Total

2 horas e 18

minutos
Sem Glúten
Vegan

Esta é mais uma receita bem simples. Basta demolhar a quinoa, descartar a água da demolha e cozinhar a gosto com nova água. Hoje trouxe-vos uma quinoa com cenoura.

Ingredientes

  • Ingredientes
  • 1 medida de quinoa (~250ml)

  • Molho de soja qb (eu usei 2 colheres de sopa de tamari - molho de soja sem glúten)

  • 1 cenoura ralada

  • Fio de azeite generoso

  • (uma boa dose de amor)

Instruções

  • Preparação da quinoa
  • Demolhe a quinoa, por, pelo menos, 2h. Numa peneira (ou coador) de rede fina, sobre uma taça do seu tamanho, coloque 1 medida de quinoa e passe por água corrente até encher a taça.

  • Após acabar o tempo da demolha, levante a peneira da taça, descarte a água da demolha e passe novamente a quinoa por água corrente.

  • Confeção da quinoa
  • Coloque a quinoa num tacho com 1 medida (igual à quinoa medida em seco) de água limpa.

  • Junte uma cenoura ralada, no lado maior do ralador.

  • Junte molho de soja a gosto e um fio generoso de azeite. Eu usei 2 colheres de sopa de tamari (molho de soja sem glúten) para 1 medida de quinoa (medida em seco).

    img 20240522 141446
  • Envolva bem e deixe a água ferver em lume médio forte.

  • Depois de ferver, baixe para lume brando e deixe cozinhar por 15 minutos com o tacho tapado.

  • Após os 15 minutos de cozedura, destape e passe um garfo pelos grãos da quinoa para os soltar e está pronta a servir.

Notas

  • A quinoa pode ser demolhada por várias horas, não sendo obrigatório demolhar apenas por 2h. Se for conveniente colocar de molho de manhã, para cozinhar ao final do dia, quando chega do trabalho, tudo bem.
001 vegan
003 gluten
006 no eggs
002 sugar
004 dairy
cropped-amar-por-dois-logo-1.png

Outros artigos

0 0 votos
Avaliação
Subscrever
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários