Pão de forma sem glúten

Desde que o pequeno foi diagnosticado com doença celíaca que fazer pão se tornou uma aventura. Adoro fazer pão com trigo/espelta. É fácil. Prazeroso. E fazia todos os domingos. Com a ajuda deles passávamos a manhã a fazer pão, a sovar, a moldar, a criar personagens. Eram momentos bons. Criamos muitas memórias! Mas quem já passou por um diagnóstico sabe que fazer pão sem glúten não é a mesma coisa. Não se pode trabalhar tanto, não aguenta fresco e fofo para o dia seguinte, nem sempre é moldável, entre muitos outros pormenores desafiantes. Tentei durante 2 anos sem qualquer sucesso. Ora porque a textura era de borracha, ora porque não sabia bem, ora porque não dava para moldar. Foram vários os entraves que fui encontrando e que me foram desmotivando. Para mim, tornar a vida cá de casa sem glúten foi muito simples, mas o pão foi sempre um problema. Nos últimos tempos, tenho vindo a fazer as pazes com este problema. Já tenho algumas receitas que todos gostamos e que vou fazendo de quando em vez. Esta que vos trago é recente e fez sucesso.
Tem uma textura ótima, é macio, arejado e fofinho. Se tirarmos da equação a pesagem dos ingredientes, não dá trabalho nenhum.

Espero que experimentem e que venham cá contar a vossa opinião. Vou adorar saber.

Pão de forma sem glúten

Receita por Gabriela Sotto MayorTipo de refeição: lanche, pequeno-almoçoCozinha: Vegan, sem glútenDificuldade: Fácil
Porções

30

fatias
Tamanho da Porção

~45

Gramas
Tempo de Preparação

15

minutos
Tempo de Repouso

2

horas
Tempo Total

3h15

minutos
Sem Glúten
Vegan

É uma receita bem simples. Só têm de misturar os secos, misturar o líquidos e amorná-los, misturar os líquidos com os secos, reservar para levedar e levar a cozer. Mais nada. Simples assim.

Podem juntar sementes por cima da massa de pão, antes de cozer, ou aveia em flocos ou sementinhas de quinoa, podem aromatizar com canela ou outras especiarias. Dá para fazermos o pão ao nosso gosto.
Se não conseguirem comer o pão de uma assentada, porque ainda é grandito, podem fatiar e congelar em sacos de pano, por exemplo. Depois é só tirar uma ou outra fatia e colocar diretamente na torradeira e saborear com o que mais gostarem. Por aqui, somos fãs de pasta de cacau (similar à Nutella, mas caseira) e manteiga de mix de frutos secos (caseira também) ou manteiga de amendoim.

Vão experimentar?

Ingredientes

  • Ingredientes secos
  • 150g de farinha de grão-de-bico (eu uso sem glúten certificada)

  • 170g de farinha de aveia (eu uso sem glúten certificada)

  • 65g de polvilho doce

  • 100g de fécula de batata

  • 15g de psyllium husk (psílio em pó)

  • 15g de linhaça moída (eu uso linhaça dourada)

  • 6g de fermento para pão

  • 8g de sal grosso (eu uso iodado)

  • Ingredientes líquidos
  • 500g de água

  • 60g de azeite

Instruções

  • Numa taça grande pesam os ingredientes secos, um a um.

  • Envolvem bem com um batedor de varas até as farinhas apresentarem uma cor homogénea.

  • De seguida, num recipiente de vidro, pesam os líquidos (a água e o azeite) e levam a amornar ao micro-ondas.

  • Vertem os líquidos sobre os secos e misturam, com a ajuda de uma colher (de sopa ou de pão), com cuidado até formar uma massa espessa.

  • Ao contrário das formulações com glúten, devem mexer apenas até que toda a farinha esteja envolvida.

  • Transferem a massa para uma forma de bolo inglês, previamente forrada com papel vegetal, e espalmam ligeiramente a massa para que seja distribuída mais uniformemente pela forma.

  • Colocam no forno desligado para levedar até dobrar de tamanho. Podem ligar a luz do forno para ajudar o processo de levedação.

  • Após a levedação, sem abrir o forno, ligam o forno a 180º C, com ventilação, e cozem por 45'. Após esse tempo, retiram o pão da forma e do papel vegetal e colocam-no diretamente na grelha do forno e cozem por mais 15'.

  • Retiram do forno e colocam numa grelha para arrefecer.

  • Devem esperar que arrefeça completamente antes de cortar. É a parte mais difícil, eu sei, mas se o cortarem ainda quente ele poderá ficar a parecer uma queijada e não um pão arejado. Nesse tempo de espera, enquanto arrefece, ele acaba de cozer.

Pão de forma sem glúten

Notas

  • O psyllium não é substituível. É o ingrediente mais importante, pois é o que traz a 'cola' semelhante ao glúten das formulações à base de trigo.
  • Ao contrário das formulações com glúten, as massas de pão sem glúten não devem ser muito trabalhadas. O psyllium e a linhaça vão criar uma 'cola' necessária entre as farinhas, para evitar que o pão esfarele ao partir/comer, e se a massa for muito mexida essa 'cola' irá quebrar.
  • Eu compro linhaça dourada em sementes e moo em casa num moinho de café.
001 vegan
003 gluten
006 no eggs
002 sugar
004 dairy
cropped-amar-por-dois-logo-1.png

Outros artigos

0 0 votos
Avaliação
Subscrever
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários